Uma vez indicada a cirurgia de próstata, o paciente deve realizar todos exames laboratoriais comuns. Caso se detecte outros problemas clínicos relevantes, o paciente deve ser encaminhado a outros especialistas.

A cirurgia terá como objetivo extirpar o câncer e é preciso saber que todo o tratamento exigirá acompanhamento constante, pois há possibilidade que o mesmo volte no futuro. Alguns pacientes com recorrência do tumor após a cirurgia podem ser recuperados com radioterapia pós-operatória. O tratamento do câncer de próstata é complexo e deve ser individualizado.

Cuidados após a cirurgia de próstata

Mesmo que você tenha completado a cirurgia, os médicos ainda vão querer vê-lo por perto. Durante as consultas de acompanhamento o paciente deve expor qualquer problema que possa ter. Exames de imagem e testes de laboratório vão procurar por sinais de câncer. O principal objetivo da cirurgia é retirar o câncer e por isto mesmo, são necessários elementos de avaliação pós-cirurgia para controlar o câncer.

Taxas de não progressão variam de acordo com fatores de risco clínicos e patológicos. A elevação do PSA é geralmente a mais antiga evidência de recorrência do tumor após a cirurgia.

A cirurgia da próstata oferece a possibilidade de cura com danos colaterais mínimos para os tecidos circundantes. O pós-operatório é muito mais suave do que no passado, sendo que a internação é normalmente de 2 a 4 dias.

No entanto, há alguns riscos possíveis do tratamento. Entre eles, os mais temidos são a impotência sexual e incontinência urinária.

O retorno da continência urinária está associado com a idade do paciente. Mais de 95% dos homens com menos de 50 anos são continentes após a cirurgia.

O retorno da função erétil após a cirurgia, também correlaciona-se com a idade do paciente, o estado da potencia pré-operatória e naturalmente a extensão de preservação de nervos após a cirurgia.

Para o acompanhamento do estado do paciente após a cirurgia da próstata alguns procedimentos são necessários:

  • Siga o cronograma sugerido para exames e testes de acompanhamento.
  • Nos primeiros 30 dias após o procedimento cirúrgico o paciente deve manter-se em repouso relativo, evitando exercícios físicos e carregar pesos. Aconselha-se movimentar-se, o que é diferente de exercitar-se.
  • O paciente deve se alimentar de forma saudável, não existindo restrições específicas. Deve-se evitar alimentos de digestão mais difícil, como exemplo, frituras, alimentos gordurosos, condimentados e doces.