A cirurgia de bexiga é realizada em inúmeras ocasiões e é considerada um tratamento eficaz para o câncer. O câncer de bexiga afeta homens e mulheres das mais diversas idades, contudo a incidência maior ocorre em pessoas do sexo masculino de idade avançada. Além deste fator de risco, os fumantes, pessoas que tenham padecido de outras tipos de câncer e caucasianos são sérios candidatos a sofrer com esta doença. Dependendo do estágio do câncer de bexiga, a cirurgia de bexiga é considerada uma alternativa viável e extremamente importante para a extirpação do problema.

Nos estágios iniciais, o tratamento do câncer é feito principalmente pela cirurgia para a remoção do tumor. Nestes casos, não se efetua a retirada de outras partes da bexiga. Nos casos de câncer de bexiga mais avançados, é recomendada a cirurgia para retirar parte da bexiga ou a bexiga inteira, além de quimioterapia, radioterapia combinada com a quimioterapia, entre outras modalidades de tratamento.

Como é feita a cirurgia de câncer de bexiga?

O tratamento do câncer de bexiga por meio da cirurgia pode ser realizado com a remoção do tecido canceroso através da uretra. Neste caso, trata-se da Ressecção Transuretral de tumor de bexiga, RTUv. Durante o procedimento, é inserido um ressectoscópio na bexiga, que tem como objetivo a retirada de tumores superficiais da mesma. É preciso submeter o paciente à anestesia regional ou geral.

Há casos onde pode ocorrer a remoção completa ou parcial do órgão. A retirada completa chama-se cistectomia radical. A cirurgia de cistectomia envolve uma incisão no abdômen e o paciente é abordado sob efeito de anestesia geral. Quando há necessidade de extirpação parcial ou radical da bexiga, é preciso efetuar a reconstrução do órgão, geralmente com partes do intestino delgado.

Outros problemas resolvidos com cirurgia – conheça os procedimentos:

No caso de bexiga caída, que necessita contar com um tratamento invasivo, é realizada a cirurgia no intuito de corrigir a musculatura e as demais estruturas que tem por finalidade a sustentação da bexiga. Essa cirurgia é denominada perineoplastia.

Em casos de incontinência urinária de esforço grave, o tratamento também é cirúrgico. Realiza-se o implante de uma prótese sob a uretra para corrigir a perda urinária – cirurgia de sling.