A infecção urinária é uma doença muito comum que ataca principalmente as mulheres. Ao longo da vida cerca de 80% de mulheres terão infecção, desse total, aproximadamente 30% podem desenvolver infecção urinária de repetição.

E quando a infecção acontece durante a gravidez, é necessário maior cuidado. O pré-natal é a forma de descobrir as doenças logo da gravidez. A grande preocupação com uma infecção urinária na gravidez, quando não tratada, ocorre o risco de parto prematuro, aborto espontâneo, bebês com pouco peso, mau funcionamento dos rins da futura mãe ou o risco de infecção generalizada.

A gravidez deixa as mulheres mais pré-dispostas às infecções no trato urinário, devido aos hormônios da gestação que afrouxam os músculos nos rins e no ureter, fazendo com que o  fluxo urinário dos rins para a bexiga diminua. Com isso, as bactérias se multiplicam, antes de ser eliminadas do corpo.

Quais são os sintomas da infecção urinária?

  • dor ou queimação ao urinar
  • dor na lateral e na pélvis, no baixo ventre ou na lombar
  • tremores e febre sem causa aparente
  • sensação alternada entre calor e frio
  • náusea e vômitos
  • vontade frequente e incontrolável de ir ao banheiro
  • urina com cheiro forte
  • mudança na quantidade de urina
  • sangue ou pus na urina
  • dores durante a relação sexual

Para diminuir as chances de ter essa doença, é importante urinar com frequências e beber muito líquido. Caso a gestante sinta algum desconforto na região pélvica ou uma febre sem motivo aparente, procure um urologista.