Pequenos Procedimentos

São procedimentos de pequeno porte cirúrgico, realizados sem anestesia ou somente com anestesia local. Os pequenos procedimentos são realizados em salas especiais na clínica, sem a necessidade de internação, ou seja, em regime ambulatorial.

Os principais problemas tratados através de pequenos procedimentos são: estenose (estreitamento) de uretra, pequenas lesões de pele na região genital masculina (principalmente as causadas pelo HPV), retenção urinária aguda (perda da capacidade de micção) e algumas doenças da bexiga que necessitem de instilação de medicação em seu interior, através de sondas.

Quem Deve Fazer o Procedimento?

É indicado para pacientes com doenças urológicas que ocasionam a retenção de urina na bexiga.

Como é o Procedimento?

O paciente é deitado em uma maca. Injeta-se um medicamento anestésico e lubrificante no canal uretral. É introduzida uma sonda pela uretra até o interior da bexiga. Após a drenagem da urina, a sonda pode ser acoplada a uma bolsa e mantida no paciente por alguns dias (cateterismo de demora) ou pode ser removida (cateterismo de alívio).

Exige Preparo?

Não exige preparo.

Exige Repouso?

Enquanto o paciente permanecer com a sonda, recomenda-se repouso de atividades físicas.

Quem Deve Fazer o Procedimento?

Pacientes que necessitem de injeção de algum tipo de medicação no interior da bexiga. Comum em tratamentos para cistites de repetição, câncer de bexiga ou cistites crônicas.

Como é o Procedimento?

O paciente é deitado em uma maca. Injeta-se um medicamento anestésico e lubrificante no canal uretral. É introduzida uma sonda pela uretra até atingir a bexiga. Após a drenagem da urina, injeta-se a medicação no interior da bexiga e a sonda é retirada.

Exige Preparo?

Não exige preparo.

Exige Repouso?

Não exige repouso. Normalmente o paciente deve somente reter a medicação na bexiga por algumas horas e depois uriná-la normalmente.

Quem Deve Fazer o Procedimento?

O procedimento é realizado para o tratamento de algumas lesões penianas como o condiloma e o molusco contagioso.

Como é o Procedimento?

O paciente permanece deitado em uma maca e recebe anestesia local próximo à lesão a ser tratada. Com um aparelho de bisturi elétrico o médico realiza a cauterização da lesão e a remove.

Exige Preparo?

É recomendado que os pelos da região pubiana estejam aparados para melhor avaliação da pele e para facilitar a localização de pequenas lesões.

Exige Repouso?

Não é necessário repouso. O paciente pode retomar suas atividades imediatamente após a realização do exame.

Quem Deve Fazer o Exame?

O exame é solicitado pelo médico para auxiliar no diagnóstico de lesões penianas. Muito importante no diagnóstico de tumores penianos e verrugas (HPV ou condiloma).

Como é o Exame?

O paciente permanece deitado em uma maca e recebe anestesia local próximo à lesão. Uma pequena quantidade de tecido é retirada e enviada para avaliação em laboratório.

Exige Preparo?

É recomendado que os pelos da região pubiana estejam aparados para melhor avaliação da pele e para facilitar a localização de pequenas lesões.

Exige repouso?

Não é necessário repouso. O paciente pode retomar suas atividades imediatamente após a realização do exame. Há Contraindicações? Não há contraindicações.

Quem Deve Fazer o Procedimento?

Alguns pacientes que possuam estreitamentos ou estenoses do canal uretral e que apresentem dificuldade para urinar.

Como é o Procedimento?

O paciente é deitado em uma maca. Injeta-se um medicamento anestésico e lubrificante no canal uretral. O médico introduz uma sonda fina pelo canal urinário, até a bexiga. A sonda vai sendo trocada por outras mais grossas, até que o canal atinja um diâmetro desejável para que o paciente possa urinar normalmente. Podem ser feitas várias sessões do procedimento, dependendo do problema e da recuperação.

Exige Preparo?

Não exige preparo.

Exige Repouso?

É recomendado repouso no dia do procedimento.

Marque sua Consulta / Exame

Marque uma consulta e coloque sua saúde em dia!

Marque sua Consulta / Exame