Image
Image

Estenose de uretra: como é o tratamento

A estenose uretral consiste num estreitamento de uma parte da uretra, que pode provocar a redução ou até a interrupção total do fluxo urinário. Qualquer área da uretra pode ser afetada. O estreitamento pode variar em alguns milímetros ou abrangê-la em toda a sua extensão. Os exames mais utilizados para detectar a estenose uretral são estes: urofluxometria (avalia a força do jato urinário, que é afetado pela estenose); uretrocistografia (verifica o local e a extensão do estreitamento); cistoscopia (examina o local da estenose por meio de um endoscópio especial).

Embora as mulheres também sejam afetadas, a estenose uretral é mais comum e mais complexa nos homens.

Como é o tratamento da Estenose de Uretra

Segundo especialistas, são mais utilizadas atualmente quatro maneiras de tratamento.

  • Dilatação Uretral: É um tratamento ambulatorial. São usadas sondas uretrais plásticas de calibre progressivo para dilatar a região da estenose. A meta é aumentar e estabilizar o diâmetro interno do canal uretral. Em geral, são realizadas várias sessões de dilatação para manter a luz da uretra. Dependendo do caso, os pacientes fazem a autodilatação, quando o procedimento precisa ser feito em intervalos muito curtos. As dilatações são usadas no tratamento inicial de estenose curtas ou leves e também no estabelecimento do segmento operado, após a cirurgia.
  • Uretrotomia: O cistoscópio (tipo especial de endoscópio) é inserido pela uretra até a região da estenose. No aparelho, uma pequena lâmina é embutida para cortar a região da fibrose no setor afetado, expandindo a luz da uretra. É recomendado para os casos de estenoses mais simples e curtas.
  • Cirurgia: Há vários tipos de técnicas diferentes. Nas estenoses mais curtas, o trecho de uretra estenosado pode ser eliminado, e os cotos uretrais acabam sendo unidos novamente com pontos de sutura. Se a estenose for longa, é possível o reparo com uso de retalhos e enxertos.

Quais as causas da Estenose de Uretra

A estenose de uretra pode ser provocada por vários tipos de trauma, como fraturas de bacia, contusão da região do períneo (a famosa queda de cavaleiro), procedimentos médicos com manipulação uretral (cistoscopia, cirurgia de próstata, passagem de sondas uretrais, entre outros), as infecções uretrais (uretrites) e a radioterapia.

Sintomas da Estenose de Uretra

O primeiro sintoma é o fluxo reduzido de urina. O jato em forma de chuveiro ou duplo, incontinência urinária, ardência durante a micção, gotejamento de urina são aspectos que indicam a possibilidade de uma estenose de uretra. Ao perceber algum tipo de sintoma, procure um profissional de sua confiança para fazer o diagnóstico e o tratamento mais indicado para o seu caso.

Marque agora sua consulta

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Processando...

** Ao preencher o formulário acima os seus dados pessoais estão protegidos e de uso único e exclusivo do Urocentro Brasília.

Contatos

Unidade Advance

SGAS 915, Centro Clínico Advance - Unidade I - Sala 356 - Asa Sul, Brasília

(61) 98625-8802

(61) 3345-4200

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

Sábado: 8:00 às 12:00

Unidade Santa Lúcia

SHLS Quadra 716, Conj. C - Térreo - Sala 24 - Setor Hospitalar Sul, Brasília

(61) 3346-7612

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

*Não atendemos aos sábados nesta unidade


Pesquisar

Valores

Missão

“Oferecer serviços na área de urologia com excelência e manter um atendimento humanizado”.

Histórico

Em meados de 1980, a totalidade de médicos urologistas na Capital Federal mal ultrapassava a casa dos trinta profissionais, cujas atividades se desenvolviam predominantemente no serviço público. O Hospital de Base do Distrito Federal era a unidade hospitalar onde se concentrava a maior parte destes e que tinha por escopo prestar assistência médica urológica a população de Brasília e entorno e de fomentar a formação de novos profissionais.

A prestação de serviços no setor complementar privado, em sua maior parte, era fragmentada ou mesmo praticada de forma individualista e quase sempre orbitando em torno da força do setor público.

Testemunhando o crescimento e desenvolvimento de Brasília, em 1986, quatro profissionais oriundos do Hospital de Base juntaram esforços com o núcleo do Hospital Santa Luzia, constituindo o UROCENTRO – Centro Urológico de Brasília, com sede no Hospital Santa Luzia.

O grupo inspirou-se na missão de oferecer serviços médicos na especialidade de urologia à uma clientela que, por razões diversas, demandava atendimento no setor privado, talvez por ser mais ágil e eclético.

A equipe então nascente, tinha por valores: qualidade dos serviços prestados, responsabilidade, inovação, observância dos preceitos éticos da medicina, humanização dos serviços oferecidos, atualização contínua do conhecimento da especialidade, disponibilização de novos instrumentais e tecnologias à comunidade assistida e interação com especialidades correlatas.

Em 1989, com pequenas alterações no grupo original, o UROCENTRO mesclou-se com o núcleo do Hospital Santa Lúcia e se consolidou como o primeiro grupo de especialistas em urologia de Brasília. Essa fusão levou o UROCENTRO a fortalecer suas propostas originais e a servir de modelo para a formação de outros grupos, fortalecendo o desenvolvimento da nossa especialidade em todo o DF.

Em 1992, o UROCENTRO adquiria a sua sede própria no Centro Clínico Sul, expondo-se à maior visibilidade junto ao seu público alvo e expandindo suas atividades.

No início da década de 2010, agregaram-se dois novos profissionais ao seu quadro médico, por um lado dando mais dinamismo às suas atividades e por outro promovendo a renovação dos seus quadros.

Em maio de 2011, visando dar novo fôlego a clínica e fomentar a renovação de seu quadro funcional, o grupo promoveu o desligamento de alguns profissionais, incorporou novos jovens profissionais e também estendeu um braço de atendimento no Hospital Santa Lúcia. Atualmente a clínica conta com dez urologistas.

No bojo dessas transformações, sempre visando o avanço do UROCENTRO, transferimos a sede da clínica para um novo e amplo espaço, com arquitetura contemporânea, localizada no Edifício Advance, Quadra 915 Sul e mantivemos o braço funcional no Hospital Santa Lúcia.